O que Deus me chamou para ser? (Série Doutrinária)

Posted by | setembro 19, 2017 | Devocionais, Tulip | 2 Comments

Bem vindos à nova série de textos do Inconformados. Eu a chamei de série-doutrinária-que-fará-você-querer-estudar-mais-a-Bíblia-e-os-catecismos-e-isso-mudará-sua-vida. Brincadeiras à parte, esta série doutrinária reverbera algumas importantes e práticas verdades bíblicas, que o Catecismo Maior De Westminster explica muito bem. Pegue a sua Bíblia porque vamos passear por vários textos.

O CMW é dividido em duas grandes partes, e essas partes por capítulos. A nossa pergunta se encontra na parte “Acerca do que o Homem Deve Crer” e no capítulo sobre “Os Benefícios Da Obra do Mediador”, e por isso tem tudo a ver com a Fé e com a morte do Salvador Cristo Jesus. Então vamos a primeira pergunta.

PERGUNTA 66: Que união é esta que os eleitos têm com Cristo?
R- A união que os eleitos têm com Cristo é a obra da graça de Deus mediante a qual eles são espiritual e misticamente – mas verdadeira e inseparavelmente – unidos a Cristo como seu Cabeça e Esposo; obra realizada na sua vocação eficaz.

É impressionante notar que em uma única breve resposta, o Catecismo expõe as Doutrinas da Graça, os cinco pontos do Calvinismo, veja: “A união que os ELEITOS (Eleição Incondicional) têm com Cristo (Expiação Limitada) e obra da Graça (Graça Irresistível) – e, evidentemente, se precisa da Graça, é porque os homens estão mortos espiritualmente e em débito com Deus, então Depravação Total – obra realizada na sua vocação eficaz (Perseverança dos Santos)”.

Para essa resposta o CMW utiliza alguns textos bíblicos como base, vejamos alguns deles:

• Efésios 2:6-8

Após uma explicação sobre o triste estado da nossa alma antes de nos tornarmos nova criatura em Cristo, Paulo escreve que Deus nos uniu de tal modo em Cristo que “juntamente com Ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais” (v. 6).

Essa união fora um ato de pura “bondade para conosco” (v.7), “pela graça, mediante a fé; e isto não vem de vós; e dom de Deus” (v. 8). Podemos lembrar também que Cristo é a videira e nós os ramos (Jo 15:5), nEle arraigados e construídos somos confirmados na Fé (Cl 2:7). Todos estes textos provam a união espiritual, mística, verdadeira e inseparável que os eleitos têm com Cristo em que Ele é o nosso cabeça e esposo. (1 Co 6:17; Ef 5:23)

• 1 Pedro 5:10; 1 Coríntios 1:9

Os apóstolos Paulo e Pedro, utilizam a mesma palavra “chamar” (No grego: καλεω) para se referir ao plano de Deus criado na eternidade de convocar algumas criaturas para uma vida diferente. Em Coríntios: “Deus os chamou à comunhão de Seu Filho Jesus Cristo”, e em 1 Pedro: “Ora, o Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória”.

Nós, os eleitos de Deus, somos chamados por Ele mesmo para estarmos unidos a Cristo de uma vez por todas; somos vocacionados a enxergar o mundo de uma maneira diferente, e tudo isso é possibilitado por causa da nossa união com Cristo. Então, somos levados à próxima pergunta:

PERGUNTA 67: O que é vocação eficaz?
R- A vocação eficaz é a obra da onipotência e da graça de Deus, mediante a qual (tão-somente por Seu livre e especial amor pelos eleitos, sem que nada neles O movesse a isso) Ele, no tempo que Ele mesmo designou, os convida e atrai para Jesus Cristo, pela Sua Palavra e pelo Seu Espírito; iluminando as suas mentes de modo salvador, renovando e poderosamente determinando as suas vontades para que assim (mesmo mortos em si mesmos por causa do pecado) se tornem desejosos e capazes de livremente responderem à Sua vocação e de aceitar e abraçar a graça que lhes é oportunamente ofertada e transmitida.

Glorioso! Essa linda resposta nos ensina que a vocação eficaz é esse chamado irresistível e cheio de compaixão de Deus aos eleitos, que, através dos meios de graça oferecidos em Cristo, atrai os Seus filhos a Ele e os transforma de dentro para fora, inteiramente.

Também para essa resposta, o CMW utiliza alguns textos bíblicos como base, vejamos alguns deles:

• João 5:25; Efésios 1:18-20; 2 Timóteo 1:8-9

O próprio Cristo diz que chegou a hora em que os mortos ouvirão a voz dEle e serão salvos (Jo 5:25). Esses mesmos crentes que Paulo diz estarem “mortos em seus delitos e pecados” (Ef 2:1), terão os olhos do coração iluminados, e saberão qual é a esperança do seu chamamento (Ef 1:18) através do Evangelho “que nos salvou e nos chamou com santa vocação; não segundo as nossas obras, mas conforme a sua própria determinação e graça que nos foi dada em Cristo Jesus, antes dos tempos eternos” (2Tm 1:8-9).

• João 6:44

Deus, por Sua imensa bondade e amor, se revelou a nós em Jesus. Esta revelação vem exclusivamente de Deus de tal modo que Jesus diz que “ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não o trouxer” (Jo 6:44); ou seja, não existe a possibilidade de Jesus estar batendo na porta do seu coração esperando você abrir ou que o Espírito Santo seja um cavalheiro!

A verdade é que Cristo destrói as fechaduras da porta do seu coração se você for eleito e diz que você pertence a Ele desde os tempos eternos e que chegou a hora de você mudar verdadeiramente e descobrir a razão da sua vida, a sua vocação, “quem jamais resistiu à Sua vontade?” (Rm 9:19).

• Ezequiel 36:26,27; Deuteronômio 30:6

As maravilhosas promessas contidas em Ezequiel e em Deuteronômio se cumprem hoje, evidenciando a chamada eficaz dos eleitos de Deus. “Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis o meus juízos e os observeis.” (Ez 36:26,27)

Quer evidência maior da fidelidade, graça, transformação e exclusividade da obra de Deus em nossos corações do que esses versículos? Deus elegeu o Seu povo, deu vida e transformação a eles, tenha certeza de que aquele que começou a boa obra há de completa-la (Fp 1:6). É vocação eficaz!

A vocação eficaz é um dos gloriosos benefícios da obra do perfeito Mediador; ela não é para todos, muitos são convidados, mas poucos são escolhidos. Seja grato a Deus por tanta graça imerecida, proclame esta verdade a todos, nós somos chamados para proclamá-las!

Mas, se você até concordou com tudo que foi dito aqui, porém não sente o seu coração arder pela glória de Cristo, e, pelo contrário, você somente se alegra porque talvez tenha sido liberto do inferno e então pode viver uma vida sem medo, você está se colocando como o personagem principal da história e não entendeu nada ainda sobre o propósito do nosso chamamento. Isso é grave.

Deus nos chamou para termos comunhão com Ele, nos perdoou para que agora pudéssemos nos aproximar dele em santidade. Deus nos livra da morte eterna e espiritual, mas nos chama para outra inevitável morte que é o morrer para nós mesmos, é o estar crucificado com Cristo para este mundo. Só então, temos vida verdadeira e entendemos que ainda que sejamos alvo de tão grande amor, o propósito maior da nossa vocação é render toda glória ao único digno e verdadeiro Deus.

* Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, link do blog INCONFORMADOS, tradutor, blog original, não altere o conteúdo e não utilize para fins comerciais.

* Créditos da imagem

Posts Relacionados

About Samuel Figueiredo

19 anos, estudante de Letras na UFBA, soteropolitano, solteiro e congrega na Igreja Presbiteriana de Brotas.

2 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.