Deus e o Carnaval

Posted by | Fevereiro 21, 2017 | Reflexão | 2 Comments

Sou baiano e nunca pulei carnaval. Surpreso? Ainda assim, infelizmente, como alguém que sempre morou próximo dos circuitos de um dos maiores carnavais do Brasil, tenho minha experiência própria com esta grande festa. Sempre pude acompanhar as mudanças e a preparação, tanto da cidade como das pessoas, que antecedem os dias do carnaval. E o pior, pude acompanhar os relatos e fatos que vêm durante e depois dele. Por isso, quero listar alguns pontos que julgo serem importantes de reflexão para que você, seja cristão ou não, tenha isso em mente antes de participar do Carnaval.

1. FESTEJANDO O PECADO

O pecado é o elemento principal desta festa, e a hipocrisia também. O próprio nome da festa já diz muito, e os dias que se sucedem a ela também. Para entender melhor isso, precisamos saber mais sobre a Quaresma. A Quaresma Católica é um período de abstinência da carne, jejum e penitência que antecede a celebração da Páscoa. Mas isso é algo muito custoso para “o homem, que é abominável e corrupto, que bebe a iniquidade como a água!” (Jó 15:16), ele precisa então arrumar um jeito de gastar todas as suas paixões pecaminosas para que assim pudesse aguentar ficar 40 dias de “abstinência”. Portanto, historicamente e na prática, o Carnaval é uma festa que celebra o pecado, a depravação do homem, é tempo de satisfazer todos os seus desejos reprimidos e fazer o que quiser, com quem quiser e quando quiser. Quanto engano e quanta hipocrisia! Primeiro porque o prazer do pecado não traz felicidade verdadeira, somente na presença do Senhor há plena alegria (Sl 16:11), e outra porque não existe penitência que possa redimir os pecados de um homem perante a face do Deus que é Santo e que odeia o pecado e quem o pratica.

2. FESTEJANDO A VAIDADE E A SUPERFICIALIDADE

Matrículas nas academias aumentam, salões de beleza lotam, muito dinheiro é gasto na compra de abadás, pessoas terminam namoro, tudo isso para que se possa curtir muito essa festa tão esperada por muitos. Porém, “tudo é vaidade e correr atrás do vento” (Ec 2:17). O que mais importa no carnaval é o que você parece ser e não o que você é realmente, é o seu corpo malhado, é a sua aparência atraente, é isso que atrai as pessoas a desejarem você. Isso é muita estupidez porque a aparência é superficial, quem você é não se resume a 4 dias, mas sim o seu dia a dia. Esse é o sentido das máscaras de carnaval, esconder a sua real identidade e te dar oportunidade de ser quem você sempre quis, mas nunca conseguiu. Quando se passarem aqueles 4 dias de folia tudo voltará ao normal, sua vida amorosa desastrosa, seus estudos ou trabalho cansativo, seu relacionamento problemático com sua família, sua dívida financeira e sobretudo o estado desesperador que se encontra a sua alma! Eu sei que nem tudo pode ser culpa sua, mas muito disso tem a sua influência, essa é a realidade, é isso que você é! Será que as pessoas que ficaram com você no Carnaval, vão te querer agora?

3. FESTEJANDO A INCOERÊNCIA

Como já disse lá em cima, moro entre dois circuitos do Carnaval de Salvador então vejo a grande transformação que é feita na cidade. Em um artigo no G1 foi estimado que cerca de 50 milhões de reais foram investidos por segmentos público e privados para o carnaval de 2017, e isso só em Salvador, agora imagine a soma de todos os carnavais de outras cidades, e pior, imagine a soma total de todos os carnavais já ocorridos. O resultado é muito dinheiro envolvido, dinheiro esse que deveria ser investido em outras áreas que são muito mais importantes para o Brasil. O Brasil é um caos na educação, na saúde, na segurança, o desemprego só aumenta e todo esse dinheiro é investido em pura carnalidade e frivolidade! Você pode até argumentar que o Carnaval gera dinheiro com o turismo e oferta de trabalho, porém o prejuízo não para ali, temos a proliferação de doenças como DST’s e AIDS, a gravidez indesejada, o aumento do consumo de álcool e drogas, a destruição do patrimônio público que, via de regra, sempre ocorre, os assaltos e assassinatos. Então, isso não é totalmente incoerente?

4. VOCÊ NÃO FOI CRIADO PARA ISSO

Querido leitor, Deus odeia o Carnaval e aqueles que estão fazendo parte dessa festa estão profanando o nome dEle e isso o enfurece! Você está consciente do fato de ser “horrível coisa cair nas mãos do Deus vivo” (Hb 10:31)? Crentes, vocês não foram salvos por Cristo para isso, “a vontade de Deus é a vossa santificação: abstenha-vos da imoralidade sexual. Cada um saiba controlar o próprio corpo de maneira santa e honrosa, não com paixão de desejo desenfreado” (1 Ts 4:4,5 NVI)! Os prazeres dos 4 dias não podem ser comparados com o prazer de ter seus olhos abertos para enxergar a Glória de Cristo, de sentir o grande amor de Deus por pecadores como eu e você que não merece a Sua Graça, de desfrutar de Sua comunhão diária e de poder aos domingos adorá-Lo em Espírito e em Verdade (Jo 4:23). E muito mais do que isso, ter a plena certeza que esse caminho de Vida tem o seu destino final nos céus onde a alegria será infinitamente maior, pois “nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam” (1Co 2:9). Mas para aqueles que desprezam isso e preferem ir curtir o breve Carnaval, preciso lhe informar que o futuro da sua alma não será tão breve assim, mas será eterno, por isso tenha certeza, ainda hoje, para onde ela vai. “O carnaval é espiritualmente danoso, culturalmente pobre, patrioticamente desastroso, politicamente indecente, economicamente injusto e socialmente nefasto”, como muito bem resume o Rev. Ageu Magalhães. Mas a boa notícia é que Jesus oferece perdão aos Seus filhos, Jesus te oferece uma nova vida muito melhor, uma vida em santidade, por isso há esperança!

* Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, link do blog INCONFORMADOS, tradutor, blog original, não altere o conteúdo e não utilize para fins comerciais.

* Créditos da imagem

Posts Relacionados

About Samuel Figueiredo

19 anos, estudante de Letras na UFBA, soteropolitano, solteiro e congrega na Igreja Presbiteriana de Brotas.

2 Comments

  • Josy Alves disse:

    É uma realidade muito grande o que você falou! Infelizmente, o inimigo cegou as pessoas para que entendam o quão desastroso é essa época. É triste ver tantas pessoas indo para o abismo e adorando satanás, que nosso Deus possa ter misericórdia e abra os olhos de cada um para a verdadeira alegria que é Cristo.

    Texto muito bom!

  • Roselane disse:

    Gostei mto do seu texto!
    Eu moro no Rio de Janeiro, sou carioca e assim como vc vive em Salvador, vejo a minha cidade se transformar nos dias que antecedem o Carnaval.
    Agora que ele acabou, só ficam os danos pela cidade, no sistema de transporte BRT, ônibus de via exclusiva, as portas automáticas de vidro estão quebradas, vidros estilhaçados, assaltos, arrastões e mto lixo pela cidade.
    E as consequências na vida de homens, mulheres e famílias destruídas pelas drogas e pelo uso de bebida alcólica e prostituição.
    Não dá pra aceitarmos essa tsunami de pecados!
    Que Jesus nos guarde até a sua vinda!

Leave a Reply

Your email address will not be published.